Detecção de incêndios

Logo Morley IAS - Honeywell

Honeywell Morley

O sistema de detecção e alarme de incêndio tem como principal objetivo garantir a segurança das pessoas, permitindo que os ocupantes da edificação recebam a informação de uma ocorrência de incêndio com tempo suficiente para o abandono da edificação e a proteção da propriedade e continuidade do negócio, permitindo que o incêndio seja identificado automaticamente em seu estágio inicial, informando sua localização de forma precisa para que a brigada de incêndio possa tomar ações efetivas.

Logo Esser - Honeywell

Honeywell Esser

Sistemas de detecção de incêndio que estejam aptos aos desafios futuros, devem cumprir as normas mais exigentes e complexas do mercado, como a NBR 17240, incluindo configuração precisa de seus elementos, capacidade de expansão para satisfazer novas exigências com a flexibilidade de adicionar novas funções e componentes, sem a necessidade de substituir o legado, garantindo a compatibilidade com suas versões anteriores.

Notifier - Honeywell

Honeywell Notifier

Líder mundial em sistemas, a Notifier, realiza projetos através de sua rede de distribuição e integradores independentes ao redor do mundo, que projetam, integram, comissionam e implementam sistemas de detecção e supressão de incêndios (seguindo normas da COSCIP e fiscalizadas pela CBMERJ) com áudio de emergência integrado para praticamente todas verticais de mercado.

O vírus Corona já está em mutação desde a sua descoberta em 1960 e somente em 2020 ele sofreu pelo menos duas mutações conhecidas. Segundo especialistas, é possível que sejamos forçados a conviver com o Corona como convivemos com as gripes. A esperança de eliminar o vírus começa com uma vacina, mas não representa o fim do caminho, pois ela só será efetiva para as versões conhecidas dele.

Ambientes de uso coletivo e fechados são reconhecidamente os locais ideais para disseminação de vírus pelo ar ou pelo toque. Ou seja, quase todos os prédios e estabelecimento comerciais não estão preparados para este futuro.

Então…, o que fazer?